A Orelha de Eurídice

Cazuza

Compositor: Cazuza

Você na multidão
Você é diferente
As suas mãos me acenam
Nem parecem ter morrido
Cheias de presentes
Caixas coloridas

Trouxe uma orelha envolta
Num pano vermelho
É a prova, meu amor
Me espera sem uma orelha
Vou correndo, vou agora
Resgatar o meu amor

No asfalto quente
Do aeroporto
Como uma miragem
É a alma quem castiga o corpo
Esta é a mensagem
Na paisagem distorcida
Pelos aviões que sobem

Você voltou pra me ajudar
E eu fico mais feliz
Mas ainda não estamos salvos
O ar está pesado
Não é só a cicatriz
Que identifica um ser amado

Temos que ter ideias juntos
Temos que achar uma maneira

É que agora tá chovendo
Uma chuva sem vento
Há meia hora ventava
Vamos fugir pra dentro

Há meia hora ventava
E tínhamos coragem
E eu já tô cansado
De não gostar de mim

©2003- 2017 lyrics.com.br · Aviso Legal · Política de Privacidade · Fale Conosco desenvolvido por Studio Sol Comunicação Digital